Dozens of Brazilian organizations and individuals have signed on to a statement denouncing the expulsion order against Palestinian parliamentarian and political leader Khalida Jarrar, including labor unions, the Landless Workers’ Movement/MST, political parties, student organizations and Palestinian and solidarity groups.

Take action and learn more: Visit samidoun.ca/khalidajarrar for all updates and news on the Campaign in Solidarity with Khalida Jarrar, and action items you can take.

The statement follows:

English translation:

We, the undersigned, denounce the invasion carried out by the Israeli army into the home of Palestinian Member of Parliament Khalida Jarrar, and the Israeli authorities’ military order, read by the soldiers, ordering Khalida to leave Ramallah to Jericho, which she would be forbidden to leave – which means, in practice, that she will be detained and may not exercise her mandate.

This is an illegal and illegitimate act by the Israeli authorities, who once again are dealing with the Palestinian parliamentarians with total disregard, as if they had command authority over them. Recall that Israel, as the occupying power, has a duty to protect the Palestinian civilian population in the West Bank, Jerusalem and Gaza under international law, rather than persecuting, oppressing and massacring them.

This only strengthens our repudiation of the genocide committed by Israeli against the poeple of Gaza, and the systematic persecution of the inhabitants of the West Bank and Jerusalem with illegal arrests and home demolitions.

**

Original, Portuguese:

 

Nós, abaixo-assinados, repudiamos a invasão, operada pelo exército israelense, à casa da deputada palestina Khalida Jarrar e a ordem militar das autoridades de Israel, lida pelos soldados, para que Khalida deixe Ramallah e siga para Jericó, de onde não poderá sair — o que, na prática, significa que ela ficará detida e não poderá exercer seu mandato.

Trata-se de um ato ilegal e ilegítimo das autoridades israelenses, que mais uma vez tratam parlamentares palestinos com total desrespeito, como se tivessem poder de mando sobre eles. Lembramos que Israel, como potência ocupante, deveria  proteger a população civil palestina da Cisjordânia, de Jerusalém e de Gaza, como estabelece o direito internacional, em vez de persegui-la, oprimi-la e massacrá-la.

Reforçamos nosso repúdio ao genocídio cometido por Israel contra a população de Gaza e à perseguição sistemática dos habitantes da Cisjordânia e de Jerusalém, com detenções ilegais e demolição de casas.

Frente em Defesa do Povo Palestino
Campanha pela Libertação de Ahmad Sa´adat – Brasil
Comitê de Solidariedade à Luta do Povo Palestino – RJ
Comitê de Solidariedade ao Povo Palestino do ABCDMRR/SP
Comitê Brasileiro de Defesa dos Direitos do Povo Palestino
Comitê da Palestina Democrática
Comitê 29 de Novembro de Solidariedade ao Povo Palestino
Sociedade Árabe Palestina de Corumbá – MS
Centro Cultural Árabe Palestino do RS
Comite Gaúcho de Solidariedade à Luta do Povo Palestino
Comitê Estadual de Luta Contra a Repressão
Comitê Pró-Haiti
Deputado estadual Adriano Diogo (PT-SP)
Deputado federal Ivan Valente (PSOL)
Vereadora Juliana Cardoso (PT-SP)
Vereador Nabil Bonduki (PT-SP)
Vereador Toninho Vespoli (PSOL-SP)
Assembleia Nacional dos Estudantes Livre (Anel)
Associação Islâmica de São Paulo
Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz)
Ciranda Internacional de Comunicação Compartilhada
Central Sindical e Popular Conlutas (CSP-Conlutas)
Central Única dos Trabalhadores (CUT)
Corrente Socialista dos Trabalhadores – PSOL
Fórum Permanente de Entidades Não Governamentais de Corumbá e Ladário (FORUMCORLAD)
Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)
Movimento Juntos!
Movimento Luta de Classes (MLC)
Movimento Mulheres em Luta (MML)
Movimento de Mulheres Olga Benário
Observatório da Cidadania Dom José Alves da Costa
Organização de Cidadania, Cultura e Ambiente (OCCA Pantanal)
Organização Indígena Revolucionária
Pacto pela Cidadania (Movimento Viva Corumbá)
Partido Comunista Revolucionário (PCR)
Partido Comunista Brasileiro (PCB)
Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
Partido Operário Revolucionário (POR)
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU)
Quilombo Raça e Classe
Rede Emancipa
Revista Zunái
Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp)
União da Juventude Comunista (UJC)
União da Juventude Rebelião (UJR)
Unidos pra Lutar
Via Campesina Brasil
Ahmad Schabib Hany, professor de História, produtor, revisor e tradutor de texto
Baby Siqueira Abrão, jornalista
Claudio Daniel, poeta e professor de literatura portuguesa
Clovis Pacheco F., professor universitário, sociólogo e jornalista
Francisco Horus Moura de Almeida Pacheco, estudante
Gisele C. Costa – pedagoga e pesquisadora em América Latina pela USP
Lucas Marcelo, diretor de Relações Internacionais da União Nacional dos Estudantes (UNE)
Lucia Rodrigues, jornalista
Moara Crivelente, cientista política e jornalista
Rogério Sotilli, secretário municipal de Direitos Humanos de São Paulo
Rosiver Pavan, professora
Soad Schabib Hany, advogada
Wadia Schabib Hany, arquiteta e professora universitária
Waded Schabib Hany, pedagoga e professora aposentada
Waded Schabib Hany, pedagoga e professora aposentada
Zamzam Schabib Hany, médica